Round 6: conheça as brincadeiras mostradas na série de sucesso da Netflix

round 6

Round 6: se você ainda não assistiu, com certeza já ouviu falar – ou viu algum meme pelas redes sociais. Recheada de personagens carismáticos e muitas reviravoltas e cenas emocionantes, a série coreana também conhecida como Squid Game é mais um dorama que vem fazendo muito sucesso entre os brasileiros. Vem entender o por quê! 

A trama de Round 6

Alerta de spoiler! A história dessa série acompanha um grupo enorme de coreanos que, endividados e precisando muito de dinheiro, aceitam participar de um estranho jogo que funcionaria como uma gincana, eliminando os jogadores que perdessem as fases, até que sobrasse apenas um: o ganhador da fortuna.

Porém, o que os jogadores não esperavam era que os perdedores seriam literalmente eliminados. Apesar de um teor alto de violência – o que faz com que a série tenha classificação indicativa de 16 anos -, podemos notar muitas brincadeiras infantis que fazem parte da cultura coreana, e é sobre elas que vamos falar.

Brincadeiras infantis presentes em Round 6

Quase todas as fases dessa “gincana maluca” que acontece em Round 6 são adaptações – só que mais sombrias – de brincadeiras infantis muito comuns na Coreia. Algumas dessas brincadeiras são conhecidas por aqui também, quantas você reconhece?

Ddakji

Apresentada no início da série, a brincadeira coreana ddakji é a estratégia utilizada para recrutar novos jogadores pelas ruas da Coreia. O jogo é muito utilizado nas escolas coreanas por treinar a coordenação motora, além de ensinar alguns princípios do origami.

O ddakji consiste em papéis coloridos, dobrados em um formato específico (existem diversos tutoriais na internet que ensinam a maneira correta de fazê-los). A pessoa escolhida para começar a brincadeira joga seu papel no chão, virado para cima. A segunda, então, joga o seu papel em cima do que está no chão: o objetivo é virar o origami do oponente e, assim, pegá-lo. Vence quem conseguir todos os origamis do adversário!

Batatinha Frita, 1-2-3

A tradução para o português (bastante alterada) trouxe esse nome à primeira brincadeira realizada no Round 6, onde aparece uma boneca gigante. Na versão original, ela canta uma música coreana que faz menção ao símbolo nacional da Coreia: a flor mugunghwa, conhecida popularmente por aqui como rosa de saron.

Na brincadeira coreana, a criança escolhida como “sulle” fica virada de costas para as outras enquanto canta a letra da música lentamente. Durante esse tempo, as outras crianças devem avançar. Quando a letra acaba e a criança da frente se vira, as outras devem ficar sem se mexer até que a música seja cantada novamente, cada vez mais rápido.

Quando uma das crianças consegue chegar perto da que está cantando, é a hora de uma nova sulle ser escolhida, então todos correm e tentam chegar à área segura antes que a sulle atual os alcance.

Cabo de Guerra

Muito conhecido por aqui, o cabo de guerra é uma brincadeira muito típica na Coreia do Sul: lá, além de ser comum entre as crianças, também é uma tradição em algumas comunidades agrícolas!

O juldarigi, como é chamado o cabo de guerra por lá, é realizado com duas cordas de palha de arroz. Isso é um ritual festivo em algumas vilas que, inclusive, foi eleito uma Propriedade Cultural Intangível da Coreia do Sul, em 1969!

O cabo de guerra proporcionou uma das cenas mais emocionantes de Round 6, e o time do protagonista venceu devido às dicas do jogador de idade mais avançada, que conseguiu a confiança de todos, mostrando que ouvir e trabalhar em equipe pode ajudar muito e beneficiar a todos!

Ppogi

Essa brincadeira encantou tanto os fãs da série que muitas pessoas já aprenderam a receita deste docinho e estão fazendo em casa!

Feito com açúcar, o biscoitinho é muito vendido por ambulantes por ser bem baratinho. Para ficar mais chamativo e atrair a atenção da criançada, eles costumam fazer desenhos com uma forma de biscoitos, e vendê-los com um palitinho, assim, as crianças se divertem tentando destacar o desenho.

Também há inúmeros tutoriais desse docinho nas redes sociais, sempre muito fácil de preparar. Uma brincadeira interessante e divertida para fazer com a família!

Jogo da Lula

Brincadeira que deu origem ao nome original da série, Squid Game, essa é uma brincadeira coreana realizada em espaços abertos. O jogo tem muitas adaptações e diferentes regras e nomes, dependendo do local.

As crianças costumam brincar juntas, divididas em dois grupos de quatro ou mais. Uma forma é desenhada no chão – que lembra uma lula -, e a brincadeira toda gira em torno da disputa entre a defesa e o ataque, enquanto eles dão voltas correndo (e pulando em um pé só, no caso dos jogadores atacantes) ao redor do desenho feito no chão.

Apesar de não ser mais tão lembrado hoje em dia, esse jogo coreano é muito interessante e também é uma ótima forma de incentivar as crianças a realizarem exercícios ao ar livre.

Bolinha de Gude

Essa brincadeira não é novidade por aqui e esteve presente na infância de muitos brasileiros!

O guseulchigi, como é chamado o jogo de bolinhas de gude na Coreia, é muito popular por lá e pode ser jogado de muitas maneiras, quase sempre com o mesmo objetivo: terminar a partida com mais bolinhas do que o adversário.

A forma mais comum de brincar de bolinha de gude na Coreia é um modo de jogo que se assemelha à sinuca: todas as bolinhas ficam em um triângulo desenhado no chão, exceto as que os jogadores usam para começar o jogo, uma para cada um. Quem conseguir tirar mais bolinhas de dentro do triângulo, vence o jogo!

E aí, gostou de conhecer mais sobre as brincadeiras típicas da infância coreana? Se você já assistiu Round 6, conta pra gente: o que achou da série que vem conquistando tantos corações?

31 comentários em “Round 6: conheça as brincadeiras mostradas na série de sucesso da Netflix”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.