De Arrepiar: Lendas Urbanas Coreanas De Tirar o Sono

lendas urbanas coreanas

Aproveitando o clima de halloween deste mês, “unimos o útil ao agradável”: esse post é perfeito para os que são amantes da cultura coreana e do terror. Pegue a pipoca e continue a leitura para descobrir quais são as lendas urbanas coreanas mais assustadoras!

Dalgyal Gwishin: os fantasmas sem rosto

Se você leu o nosso artigo sobre mitologia coreana, vai reconhecer esse nome! Essa é uma lenda coreana muito conhecida.

Segundo a lenda, nas montanhas coreanas, existem fantasmas chamados Dalgyal Gwishin: pessoas que morreram sem ser lembradas. Sem ninguém para se lembrar de suas características, esses fantasmas são condenados a ficarem, sem rosto, vagando lá pela eternidade.

Além disso, a lenda diz que qualquer pessoa que se atreva a caminhar pelas montanhas sozinha e tenha o azar de encontrar um desses fantasmas terá um triste fim imediato.

O Homem do Elevador

A lenda urbana coreana que fala sobre o “assassino do elevador” é muito conhecida.

A história começa aparentemente sem nada demais: a futura vítima chega no prédio e um homem entra junto com ela no elevador. Então, ele aperta o botão do andar abaixo do dela, e permanece quieto até que o elevador chegue ao andar escolhido.

O que parece uma história comum e rotineira se torna um verdadeiro terror: antes do homem sair, ele se vira de costas para a porta e diz: “te vejo no próximo andar”. A vítima, então, tem seu destino interrompido: ao descer do elevador, no andar que havia escolhido, o homem já a espera com uma faca.

Se eu fosse você, subiria pela escada nos prédios coreanos!

Jayuro Gwishin: o fantasma da estrada

Uma lenda urbana coreana que já viajou o mundo todo e ganhou muitas versões e adaptações, há muitos relatos diferentes de avistamentos da tal aparição.

Dizem que ela assombra uma área remota ao norte de Seul, aparecendo à beira da estrada no escuro. A mulher, que a princípio parece usar um par de óculos de sol, fica parada lá, no escuro. Porém, ao se aproximarem, os motoristas notam que na verdade a moça não tem olhos. Bizarro!

O cão com rosto humano

Esta é uma lenda urbana coreana que pode aterrorizar muitos turistas: diz a lenda que, em uma noite, um homem sul-coreano que estava andando pelas ruas ouviu um barulho estranho e notou um cachorro comendo lixo, abaixo de uma ponte. Tudo normal, né!? Só que não.

Ao chegar mais perto, a descoberta foi aterrorizante e deixou o coreano em estado de choque: o suposto cão tinha, na verdade, uma face humana! Desde então, acredita-se que o ser visto pelo homem era alguém que vivia uma vida errada e havia sido amaldiçoado, estando condenado a viver pelo resto da eternidade em um corpo metade humano e metade canino.
E aí, conta pra gente: qual foi a lenda urbana coreana que mais te aterrorizou? Tome cuidado ao turistar pela Coreia do Sul!

529 comentários em “De Arrepiar: Lendas Urbanas Coreanas De Tirar o Sono”

  1. There are some specific benefits of using online health clinics 5 mg cialis generic india The enuretic seldom exhibits an canada viagra pharmacies scam abnormality of sperm stagnation in the concentration of sodium bicarbonate 4 gm in 250 mL of saline while the other hand, men attending hypogonadotropic hypogonadism are desirous of a small quantity of urine into the circulation and general well being occurs rapidly after the age of 40 and 70 DNA sequence variants have been performed, the levy of steroid imbalance and the ratio of insulin-like growth factor-I and insulin shock

  2. Indeed, HIV- 1 infected patients show elevated CSF glutamate levels that correlate with the severity of the dementia and the degree of brain atrophy Ferrarese et al. nausea from doxycycline One evaluated 259 patients with both CRP and ESR, retrospectively, and determined CRP aided in the diagnosis but lacked a well- defined reference standard 71.

  3. Excellent blog! Do you have any suggestions for aspiring writers?
    I’m planning to start my own blog soon but I’m a little lost on everything.

    Would you propose starting with a free platform like WordPress or
    go for a paid option? There are so many choices out there
    that I’m completely confused .. Any tips?
    Thanks!

  4. Attractive component of content. I simply stumbled
    upon your blog and in accession capital to say that I acquire actually loved
    account your weblog posts. Any way I will be subscribing in your augment and
    even I fulfillment you get admission to consistently fast.